O Hospital Santa Clara (HSC) promoveu, na última quarta-feira (30), o treinamento e divulgação do Regimento Interno de Enfermagem, manual que aborda as medidas pertinentes à execução do serviço de enfermagem de forma regulamentada, com base nas diretrizes do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). A capacitação envolveu os enfermeiros assistenciais, lideranças de enfermagem, membros do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), do Núcleo de Epidemiologia e demais especialidades da enfermagem local.

 

O regimento foi elaborado após estudos com base nas Leis Orgânicas de Saúde, que regulamentam o Sistema Único de Saúde (SUS) – nº 8.080/90 e nº 8.142/90, e com base na lei de número 7.498/86, que regulamenta o exercício da enfermagem. Responsável técnica pelo documento, a gerente de enfermagem do HSC, Hortência Van der Veere, seguiu, ainda, o parecer normativo nº 002/2020/Cofen, sobre o dimensionamento de enfermagem exclusivo para vigência da pandemia de Covid-19.

 

De acordo com a enfermeira da unidade de terapia intensiva (UTI) Carla Gonzaga, com base no manual apresentado, enfermeiros e técnicos de enfermagem terão condições de organizar melhor suas atribuições e responsabilidades. “Assim, conseguiremos diariamente, um ajudando o outro, melhorar nossos processos, pois todos tendem a falar a mesma linguagem”, conta.

 

Hospital Santa Clara

 

Requisitado pela Prefeitura Municipal do Salvador para reforçar o atendimento de pacientes com sintomas graves e leves do novo coronavírus, o Hospital Santa Clara abriga um centro de tratamento com 60 leitos, sendo 30 leitos clínicos e 30 de unidade de terapia intensiva (UTI). O equipamento – que é administrado pelo Instituto 2 de Julho – conta com médicos generalistas, infectologistas, pneumologistas, nefrologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem e em radiologia.