A equipe da unidade de pronto atendimento (UPA) de Santa Terezinha, em Alagoinhas, conta, agora, com um laboratório de simulação realística para treinamentos. A novidade é fruto da parceria com a Faculdade de Medicina Estácio e o Núcleo de Educação em Urgência (NEU) do município.

De acordo com a coordenadora de enfermagem da UPA, Karine Moraes, trata-se de uma metodologia inovadora de treinamento, que apoia as tecnologias de alta complexidade e transforma o cenário clínico em um cenário semelhante a um ambiente hospitalar virtual. “É uma experiência bem parecida com a realidade. A interatividade com o manequim é incrível, muito diferente de quando se utiliza um manequim estático ”, avalia.

As próximas capacitações a serem realizadas para a equipe assistencial da Upa de Alagoinhas são as atualizações de BLS (sigla para Suporte Básico de Vida – Suporte Básico de Vida) e ACLS (sigla para Suporte Avançado de Vida Cardiológico – Suporte Avançado de Vida Cardiovascular), nos dias 6 e 7 de novembro. “Treinamento de atualização das novas diretrizes 2020, embasadas pela American Heart Association”, lembra Karine.

Inaugurada em 29 de abril deste ano, a Upa Santa Terezinha é a única unidade de complexidade intermediária da cidade de Alagoinhas, a 118 km de Salvador. É administrada pelo Instituto 2 de Julho e, devido à emergência sanitária desencadeada pela Covid-19, já começou a funcionar com exclusividade para pacientes com suspeita e / ou confirmação da doença.