O Hospital Santa Clara (HSC), em Salvador, promoveu, até esta quarta-feira (23), uma nova capacitação sobre os protocolos de parada cardiorrespiratória aos pacientes suspeitos ou confirmados por Covid-19. Conduzida pelo enfermeiro Allan Santos Souza, do Núcleo Interno de Regulação (NIR), a ação teve início na segunda-feira (21) para as equipes de enfermagem das unidades de terapia intensiva (UTIs).

 

A reciclagem oferecida aos profissionais do HSC aborda os protocolos mais atualizados da Associação Americana do Coração (American Heart Association). Até o mês de maio, o tempo-resposta da equipe era de dois minutos para abordagem avançada e intervenção imediata – principal manejo para manutenção da vida em situações de emergência. Com a elaboração e implantação de planejamento estratégico, que envolve educação permanente, essa intervenção apresentou tempo resposta de 10 segundos.

 

A expectativa, de acordo com a gerente de enfermagem da unidade, Hortência Van der Veere, é de que, no próximo mês de julho, o tempo fique ainda melhor. “As capacitações para a equipe de enfermagem apresentam relevância significativa direta à melhoria e ao processo de cura, pois cada segundo de intervenção repercute na recuperação da vida e sobrevida do paciente, principal meta da American Heart Association, uma instituição reconhecida internacionalmente por manejos cardíacos”, conta ela, que acrescenta: “com a realização de treinamentos, buscamos estabelecer tempo-resposta adequado, junto a uma equipe qualificada e uniforme, objetivando uma assistência de excelência”.

 

Hospital Santa Clara

 

Requisitado pela Prefeitura Municipal do Salvador para reforçar o atendimento de pacientes com sintomas graves e leves do novo coronavírus, o Hospital Santa Clara abriga um centro de tratamento com 60 leitos, sendo 30 leitos clínicos e 30 de unidade de terapia intensiva (UTI). O equipamento – que é administrado pelo Instituto 2 de Julho – conta com médicos generalistas, infectologistas, pneumologistas, nefrologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem e em radiologia.